Mãe de Deus e Jesus Cristo Pastoralis - 2 anos com você! Sua Santidade o Papa Bento XVI Vaticano - Santa Sé Concílio Vaticano II
Nome:   Senha:      Fazer cadastro

Bookmarks

Indicar isto em:

Top: Enciclopédia

Downloads

Gestos na Santa Missa - Parte I - Formato de livro para impressão e uso
Versão:
Miscelânia
Tamanho: 244 KB
Data: 07/02/2009
Submetido por: tht
Gestos na Santa Missa - Parte II - Missa Tridentina - Livreto
Versão:
Miscelânia
Tamanho: 0 Bytes
Data: 22/01/2010
Submetido por: tht
Teologia das Virtudes Ascéticas (e-book)
Versão:
Teologia e Escritos
Tamanho: 607 KB
Data: 23/09/2008
Submetido por: tht
SmartFAQ is developed by The SmartFactory (http://www.smartfactory.ca), a division of InBox Solutions (http://www.inboxsolutions.net)

A Igreja Católica aprova a cremação?
Editado e Respondido por Pe Rodrigo em 11/04/05 23:12 (4878 leituras)
O modo dos povos lidarem com os falecidos ou com seus corpos está ligado à suas culturas. Po isso, há variações em como fazem isto e há costumes que vão se fixando. Assim, desde a pré-história estão em uso tanto o costume de sepultar, como o de queimar os corpos. O Cristianismo, mudando a Tradição Judaica, ficou com a prática do sepultamento. a cremação ficou em uso praticamente entre os povos nãos cristãos. Por isso, criou-se a idéia de que o Cristianismo e o Catolicismo seriam contra a cremação. Mas não é. E tem mais: no século 18 e 19, o racionalismo e a Maçonaria, para combater verdades cristãs como a Ressurreição e a imortalidade da alma, passaram a pregar e a praticar a cremação. Eles diziam que o corpo humano era um lixo, sem valor algum porque não acreditavam na vida eterna. Até pregaram o uso dos restos humanos para industrialização virando adubo ou servindo para tornar-se gás. Diante dessas teses materialistas, a Igreja Católica, na época, proibiu aos cristãos a cremação. Mas hoje, quando a cremação é usada por outras razões e não tem o objetivo pagão, é aceita sim e a Igreja Católica não a condena. e isso não contradiz a fé ou a doutrina cristã uma vez que a prática da cremação não impede a ressurreição integral e a imortalidade do ser humano, chamado à plena comunhão com Deus. (Pe. César Moreira, C. Ss. R.)