Mãe de Deus e Jesus Cristo Pastoralis - 2 anos com você! Sua Santidade o Papa Bento XVI Vaticano - Santa Sé Concílio Vaticano II
Nome:   Senha:      Fazer cadastro

Bookmarks

Indicar isto em:

Últimos Artigos

Presbítero Missionário
Publicado por Tht em 27/2/2011 (1059 leituras)
Presbítero Missionário
Dom Orani João Tempesta
Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro

Na semana que passou tivemos a quarta turma participando do retiro do clero da Arquidiocese. A reflexão sobre a identidade do presbítero, percorrendo os diversos momentos da história, alicerçando na Sagrada Escritura e nos Documentos do Magistério, está sendo uma oportunidade para renovar o entusiasmo vocacional. Um dos aspectos aprofundados é sobre a missionariedade do presbítero na Igreja. A missão permanente encontra na vida do padre um eco que anima os demais membros da Igreja para que, como discípulos missionários, contagiem com a generosidade de uma vida totalmente dedicada ao Reino de Deus.

A Congregação para o Clero publicou recentemente uma Carta Circular com as conclusões de sua Assembleia Plenária, com o título “A identidade missionária do Presbítero na Igreja”. É uma oportunidade de refletir sobre essa tese nesse momento importante da história da Igreja.

Esse documento, depois da introdução — onde vem recordada a vocação essencialmente missionária da Igreja peregrina, que por desígnio do Pai nasce na 'missão' do Filho e do Espírito Santo —, a Carta vai aprofundando a temática de modo pontualizado em três seções:

Na primeira, ela trata da Consciência eclesial da necessidade de um renovado empenho missionário e isso não somente pensando naqueles que nunca ouviram falar no Cristo, mas é necessário um empenho cada vez mais atual de uma prática missionária no próprio rebanho da Igreja, ou seja, entre os batizados.

Na segunda, atesta os aspectos teológico-espirituais da missionariedade dos presbíteros, salientando que “Quando se fala de missão, é preciso levar em consideração, necessariamente, que o enviado – o presbítero, nesse caso – encontra-se em relação tanto com quem o envia como com aqueles aos quais é enviado”. Examinando sua relação com Cristo, o primeiro enviado do Pai, é preciso sublinhar o fato de que, conforme os textos do Novo Testamento, é o próprio Cristo que envia e constitui os ministros de sua Igreja, mediante o dom do Espírito Santo concedido na ordenação sacramental; eles não podem ser considerados simplesmente eleitos ou delegados da comunidade ou do povo sacerdotal. O envio vem de Cristo; os ministros da Igreja são instrumentos vivos de Cristo, único mediador.

Na terceira, bem mais extensa, recorda que é necessário uma renovada práxis missionária dos presbíteros, e isso se faz preciso porque: “A urgência missionária de nossos dias exige uma renovada práxis pastoral. As novas condições culturais e religiosas do mundo, com toda a sua diversidade, segundo as várias regiões geográficas e os diferentes ambientes sócio-culturais, indicam a necessidade de abrir novos caminhos para a práxis missionária”.

Essa prática é concretizada nos seguintes fundamentos: O missionário deve ser discípulo, discípulo na missão ad gentes, não apenas partindo para lugares distantes, mas vivendo como presbítero Fidei donum, mesmo nas realidades de cada país, como o nosso, onde existem lugares ainda tão necessitados da presença de missionários, como a imensa região amazônica. A evangelização missionária é um constante convite, pois é preciso ir à procura dos nossos batizados e também de todos os não ainda batizados, anunciar-lhes, de novo ou pela primeira vez, o querigma, ou seja, o primeiro anúncio da pessoa de Jesus Cristo, morto na cruz e ressuscitado para a nossa salvação, e de seu Reino, e, assim, conduzi-los a um encontro pessoal com Cristo. O presbítero exercitará sua vocação missionária fundado, sobretudo, no cumprimento fiel do tria munera que se fundam o seu ministério: múnus de ensinar, santificar e governar, sobre cada um desses múnus, recorda a carta:

Ao ensinar: “Em primeiro lugar, para ser um verdadeiro missionário dentro do próprio rebanho da Igreja, segundo as exigências atuais, é essencial e indispensável que o presbítero se decida, com viva consciência e determinação, não apenas a acolher e evangelizar aqueles que o procuram, tanto na paróquia como em outros lugares, mas a «levantar- se e ir » em busca, primeiro, dos batizados que por motivos diversos não vivem sua pertença à comunidade eclesial, e também daqueles que pouco ou nada conhecem a Jesus Cristo”.

Ao santificar: “O exercício do munus sanctificandi está também ligado à capacidade de transmitir um sentido vivo do sobrenatural e do sagrado, que fascine e conduza a uma real experiência de Deus, existencialmente significativa”.

Ao governar: “São indispensáveis a preparação e a organização da missão nas comunidades eclesiais, nas paróquias. Uma boa preparação e uma organização clara da missão já constituem um penhor de êxito frutuoso. Obviamente, o primado da graça não pode ser esquecido, deve ser evidenciado. O Espírito Santo é o primeiro operador missionário. Por isso, é preciso invocá-lo insistentemente e com muita confiança”.

A Carta faz um convite-missão, relativo à formação missionária dos presbíteros: “Todos os presbíteros devem receber uma formação missionária específica e cuidadosa, dado que a Igreja quer empenhar-se, com renovado ardor e urgência, na missão ad gentes e numa evangelização missionária, dirigida a seus batizados, de modo particular àqueles que se afastaram da participação na vida e atividade da comunidade eclesial. Essa formação deveria ter início já no seminário, sobretudo mediante a direção espiritual e um estudo cuidadoso e aprofundado do sacramento da Ordem, a fim de salientar como a dinâmica missionária é intrínseca ao sacramento”.

A Carta em sua conclusão recorda e compromete: “Se a missionariedade é um elemento constitutivo da identidade eclesial, devemos ser gratos ao Senhor, que renova, também por intermédio do Magistério pontifício recente, essa clara consciência em toda a sua Igreja, e em particular nos presbíteros.

A urgência missionária no mundo é verdadeiramente grande e exige uma renovação da pastoral, no sentido de que a comunidade cristã deveria conceber-se em «missão permanente», tanto ad gentes como onde a Igreja já está estabelecida, ou seja, indo em busca daqueles que batizamos e têm o direito de ser evangelizados por nós.

Não podemos permanecer com uma pastoral apenas de conservação e de celebrações dos sacramentos e dos sacramentais. Dessa forma continuaremos atingindo apenas aqueles que participam de nossas comunidades. Necessitamos de ir “mar adentro, para águas mais profundas” para chegar a outras pessoas e situações que também têm o direito de encontrar-se com Jesus Cristo. Precisamos de novos métodos de evangelização, à luz do Documento de Aparecida, para que nossos presbíteros sejam autênticos discípulos-missionários de Jesus Cristo, indo ao encontro dos fiéis, de suas necessidades, sempre anunciando e testemunhando Jesus Cristo que está no meio de nós. Certamente não é fácil, mas o nosso sacerdócio exige um despojamento total e um engajamento literal na vivência, no agir e na pessoa de Jesus Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote.

Fonte: Arquidiocese do Rio
Você pode enviar artigos para nós a partir da opção respectiva no menu principal.
Eles devem estar assinados e com a fonte especificada, serão avaliados e podem ser publicados, sofrendo edição se necessário à adequação de nossas políticas internas.

Em todo caso, a responsabilidade pelas informações prestadas é dos respectivos autores dos textos.

Se você gostou deste artigo, partilhe suas opiniões usando os diversos mecanismos disponíveis: comentando, indicando-o através dos "bookmarks", compartilhando-os no Orkut©, Facebook© etc. Você também pode receber, em seu e-mail atualizações sobre novos artigos ou notícias, cadastrando-se em nossas newsletters, ou ainda utilizar nossos feeds (RSS).
Share
  Veja em artigo em formato PDF Imprimir artigo Enviar artigo

Outros artigos nesta categoria Publicado em Cliques
Testemunhar como João
11/12/2011
2240
O Senhor Vem
27/11/2011
2119
A Missão é Serviço
02/11/2011
2209
O Convite
10/10/2011
2081
Trilhar o Caminho do Perdão
14/9/2011
1323
Santidade, Conversão, Correção
04/9/2011
1230
O Papa e a Jornada Mundial da Juventude
26/8/2011
851
A Assunção de Maria
20/8/2011
905
Vida para Todos
15/8/2011
810
Sou Eu, não Temais!
07/8/2011
783
A Bênção que Faz Multiplicar
31/7/2011
959
A Importância da Comunicação na Vida da Igreja
21/7/2011
1024
Semear a Palavra de Deus
11/7/2011
1045
Parabéns, Papa Bento XVI!
02/7/2011
1029
Unidos pela Oração no Jubileu Pontifício
11/6/2011
947
Fátima no Rio de Janeiro
29/5/2011
1104
Beata Irmã Dulce
21/5/2011
1147
Maria, Mãe da Igreja
13/5/2011
1589
Páscoa, Dom Eugenio e a Mídia
06/5/2011
1066
Boas Notícias
23/4/2011
1147
A Liturgia e a Vida
17/4/2011
989
Vida Nova Batismal
10/4/2011
831
Quaresma e Iniciação Cristã
03/4/2011
1128
Jesus e a Samaritana
27/3/2011
1511
Confissão Hoje
13/3/2011
1055
A Providência e o Planeta
06/3/2011
865
Presbítero Missionário
27/2/2011
1060
Preparação para o Matrimônio
20/2/2011
1123
XIX Jornada Mundial dos Doentes
13/2/2011
925
O Curso para Bispos
04/2/2011
980
João Paulo II e o Rio de Janeiro
31/1/2011
877
Solidariedade e Paz
22/1/2011
999
É Preciso Falar de Paz
26/11/2010
988
Pessoas Felizes
08/11/2010
1066
Comunhão dos Santos
03/11/2010
999
Romaria dos Bispos
25/9/2010
869
Misericórdia e Reconciliação
17/9/2010
1020
Pátria e Cidadania
05/9/2010
999
Luzes e Sombras
02/9/2010
923
Vocações, Orações, Missões
29/8/2010
1127
Assunção de Maria e a Nossa Vida
16/8/2010
1014
Esperança e Alegria na Páscoa
30/3/2010
1753
Pastoral Digital
18/3/2010
1343
O Nosso Futuro
04/3/2010
1013
O Caminho da Páscoa
12/2/2010
1263
Pastoral Cibernética
01/2/2010
1192
São Sebastião, Padroeiro do Rio
22/1/2010
1165
O Plano da Intolerância
19/1/2010
1384
A Vida Batismal
14/1/2010
1033
Paz e Ecologia
05/1/2010
919
Vida Nova
31/12/2009
891
Um Menino Nos Foi Dado
23/12/2009
946
Maria e o Advento
07/12/2009
2022
Advento, Tempo de Esperança
29/11/2009
3572
O Silêncio e o Encontro com Deus
14/11/2009
2743
"Ai de Mim se não Evangelizar"
22/10/2009
1426
O Caminho da Simplicidade
11/10/2009
1265
Círio no Rio de Janeiro
21/9/2009
1425
Mês da Bíblia, Mês de Reflexão
11/9/2009
3657
A Propósito do Acordo
30/8/2009
1276
Ano Sacerdotal
22/8/2009
1880
Expectativas com Relação ao Acordo Brasil-Santa Sé
21/8/2009
1766
Semana da Família
14/8/2009
2432
A Nova Carta Encíclica de Bento XVI: A Caridade na Verdade - III
09/8/2009
3734
A Nova Carta Encíclica de Bento XVI: A Caridade na Verdade - II
05/8/2009
2927
A Nova Carta Encíclica de Bento XVI: A Caridade na Verdade - I
02/8/2009
3838
O Acordo Brasil e Santa Sé
12/7/2009
1423
Sempre a Unidade
05/7/2009
1243
Junho e a Paz
28/6/2009
1163
Missão Permanente
20/6/2009
2523
Alimentados, Caminhemos!
13/6/2009
1261
Ano Sacerdotal
09/6/2009
1459
Maio e Pentecostes
31/5/2009
1331
Novas Tecnologias, Novas Relações
22/5/2009
1225
Violência e Paz
26/4/2009
3205
Tempo de Agradecer
19/4/2009
2533
Páscoa e Ressurreição
12/4/2009
2471
Desafios da Campanha da Fraternidade
01/3/2009
3136
Não Matar
27/1/2009
1242
Acordo Brasil e Santa Sé
23/11/2008
2230
É Tempo de Missão
12/10/2008
1745
Primavera
20/9/2008
1680

Rede Católica